XpK

15/10/2008

Paradoxo

Filed under: Planeta — XpK @ 11:47

Ontem estava saindo do estacionamento (terceirizado) do prédio onde trabalho.

O encarregado me abordou na saída e disse: “Viu, amanhã não será mais permitida a entrada de bicicletas”. O detalhe é que a minha era a única “bicicletas” a entrar diariamente.

Sucintamente ele argumentou que “Não serão mais admitidas porque estão aparecendo mais pessoas querendo entrar com bicicleta”. Pasmo com o paradoxo, resolvi mastigar minhas idéias e angariar maiores antecedentes.

Chegando em casa, resolvi dar uma lida na Lei Municipal de São Paulo 14.266 de 06-02-2007. Segue o Artigo 8º:

Art. 8º Os terminais e estações de transferência do SITP, os edifícios públicos, as indústrias, escolas, centros de compras, condomínios, parques e outros locais de grande afluxo de pessoas deverão possuir locais para estacionamento de bicicletas, bicicletários e paraciclos como parte da infra-estrutura de apoio a esse modal de transporte.

Pela lei, entendo que o condomínio seria o responsável. Mesmo assim resolvi conversar com o pessoal do estacionamento no dia seguinte.

As informações obtidas foram interessantes: Uma equipe da empresa que trabalho, encabeçada por uma ‘Diretora’, teria exigido, face à demanda reprimida, a instalação de 20 vagas para bicicletas, junto com facilidades como vestiário e chuveiro.

A reação da administradora do estacionamento, aparentemente, foi banir o acesso de bicicletas, que estariam sendo aceitas de forma informal, e encaminhar a equipe a negociar com a administração do condomínio.

Caminho que eu tambem vou tomar.

Ainda é só o começo…

Anúncios

9 Comentários »

  1. Vamos fazer uma bicicleta até o prédio onde vc trabalha!!!!

    Que palhaços.

    Comentário por Sílvio — 15/10/2008 @ 13:50

  2. ahhhh… a mentalidade dessas pessoas… eu até diria que são por causa delas que o país não avança ainda mais… (em termos de tudo) … por essas e por outras que, cada vez mais, acabamos por representar a vanguarda. Vanguarda nas atitudes, nas idéias, nos relacionamentos com as pessoas.
    O Brasil vai pra frente! E vai de bike!

    Comentário por Fabiano Faga Pacheco — 15/10/2008 @ 15:24

  3. no predio onde moro foi parecido… mas não teve conversa nem com a sindica nem com a admisnistradora..
    falei com uma advogada, parece chato mas ela falou que usando essa eli tem que ter um jeito…
    não desistamos!

    Comentário por nathan — 15/10/2008 @ 16:00

  4. Pela lei, temos um impasse. Quem é responsável pelo paraciclo/bicicletário. Isso não está claro na lei, apesar do bom senso nos dizer que o responsável deve ser o condomínio.

    Além disso, não está indicado nenhuma sanção no caso do não cumprimento da lei.

    Comentário por Isaac A. Kojima — 15/10/2008 @ 18:18

  5. Isso se chama segregação. TEM que ir de carro, igual onde trabalho, que para conseguir entrar de bicicleta tive que pedir autorização por escrito a um dos gerentes da empresa. Paguei esse mico com prazer.

    Comentário por guarnier — 15/10/2008 @ 21:25

  6. a seguir cenas dos proximos capitulos. Aqui no predio onde trabalho tem a minha bike e a do cara que trampa comigo. Essa semana tinha outra e de vez em quando tem uma dahon. Ou seja, vem subindo a frequencia de bikes no estacionamento. Conversando com os responsaveis pelo local, descolamos um lugarzinho la no fundo onde nao atrapalha nenhum carro e por hora nao sofremos proibicoes. Acompanharei esse caso para, se, outros tiverem esse problema podermos agir corretamente. Abraxx Xpk!

    Comentário por Murfy — 16/10/2008 @ 12:38

  7. Estava dando uma olhada no site da Parx e olha só… tem uma parte de responsabilidade social e um pouco de ambiental (quase nada, só papel reciclado e algo sobre neutralização de CO2). Mais um caso de washgreening?

    Comentário por Isaac A. Kojima — 17/10/2008 @ 04:09

  8. Oosp.. greenwashing…

    Comentário por Isaac A. Kojima — 17/10/2008 @ 04:10

  9. Mas eh mesmo uma palhaçada isso. Galera, vamos se decidir? Vcs são contra ou a favor das probres bikes? Pq é muita imbecilidade acontecer uma coisa dessas enquanto se estimula q as pessoas andem de bike! Tão até alugando bicicleta!!!! A bicicleta anda até de metrô!!!!! Oh!!! Vamos parar de fingimento, ok? Se decidam logo a favor da poluição e trânsitos enormes! Pq o Brasil é, afinal de contas, um país “civilizado”! Ou não…? Já tô percebendo que o lance da Porto Seguro é o chamado marketing ambiental. E q se danem as pessoas q vão viver naquela realidade… é coisa pra inglês ver.

    Comentário por Patrícia Auxiliadora — 17/10/2008 @ 15:04


RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: