XpK

30/05/2012

O Dragão e o Tigre

Filed under: Sem categoria — XpK @ 10:32

Imagem obtida de shutterstock.com

Vou contar uma história que há tempos utilizei para acalentar bovinos:

Há muito tempo, numa terra muito distante…

Dizem que haviam dois grandes animais muito fortes, o Dragão e o Tigre.

Eles eram incontestáveis. Nenhum animal atrevia-se a desafiá-los, mas sempre o Dragão nas montanhas, o Tigre nas florestas.
Entre eles persistia uma ‘tensão dinámica’, um não mexia nos assuntos do outro e tudo se desenrolava-se pacíficamente.

Certa vez, o Lobo e a Serpente, entediados de ver o Tigre e o Dragão pagando de superiores, ou hastiados do ‘Status Quo’, decidiram que estava na hora de botar o barraco para quebrar.

O Lobo foi conversar com o Tigre e lhe disse: -Tú és forte e poderoso ó grande Tigre, porém nós mamíferos  sentimo-nos inseguros ao não sabermos se és páreo para o grande Dragão da montanha, pois aparentas receio em enfrentá-lo-.

A Serpente no entanto foi trocar idéias com o Dragão, dizendo: – Ó magnifico Dragão, o réptil mais poderoso dentre os répteis, ouvi dizer que há dúvidas da vossa superioridade em relação ao Tigre da floresta, não te garantes de encará-lo?-.

Podem imaginar que rápidamente as picuinhas e a pressão social levaram ao Tigre e o Dragão a definir um duelo para esclarecer todos os bafafás que teciam-se.

Decidiram confrontar-se no grande octógono de pedra, no sopé da montanha, onde começa a floresta, e chamaram o Lobo e a Serpente para testemunhar e arbitrar a peleja.

Cada um se preparou com antecedência, o Tigre socava toras em chamas para se acostumar com o poder do fogo, e o Dragão acometia contra rochas afiadas para se calejar contra as poderosas garras do Tigre.

Chegou o dia do confronto, e o Lobo e a Serpente levantaram os estandartes de mamíferos e répteis, e assopraram ao mesmo tempo as trompetas, declarando o início da luta.
Imediatamente, o Tigre disparou em direção ao Dragão, e cravou suas garras e presas no abdome deste que, desviando a cabeça, conseguiu atingir de cheio o flanco do Tigre.
A batalha era horrível, fumaça, sangue e cheiro de queimado.
Lutaram por dias a fio, mas nenhum deles conseguia se impor.

Após dias se degladiando, e abatidos pelas horríveis feridas, esgotamento, fome e sono, o Tigre e o Dragão mal conseguiam se mexer.

Em determinado momento, um dos lutadores, num esforço derradeiro, conseguiu atingir mortalmente seu inimigo, fulminando-o instantâneamente e, em seguida, ao erguer-se para se declarar vencedor, seu coração, já em colapso, parou de bater, caindo seu corpo sem vida sobre os restos mortais do adversário.

Ninguém soube quem venceu a luta, se foi o Tigre ou o Dragão.

Aliás, o Lobo e a Serpente não fizeram questão de divulgar o resultado, apenas de informar que, tanto a floresta quanto a montanha, estavam sob nova direção.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: